"Que bobice é essa aí?" - irmã Luana | "Ai, misercórdia" - irmão Antônio | "Deve ser muita falta do que fazer pra criar algo assim" irmã Kátia | "Até que é legal" irmão Júnior

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Quero minha "bença"



Um dos assuntos que eu geralmente evito falar é sobre dinheiro no meio cristão. Acho um assunto muito chato e com uma exploração sobre tal saturada. Acho que já tem gente demais falando mal das igrejas nesse aspecto e acredito que o alerta sobre o assunto está amostra para todos, até muitas vezes de forma exagerada.
Não me leve a mal, sou a favor de oferecer dízimo e ofertas para DEUS. E há sim, pessoas que vivem de ministério, e são pessoas sérias que precisam de nossa contribuição. São missionários, pastores e obreiros de Deus. Mas há também aqueles que viram um meio de ganhar dinheiro fácil e isso é muito triste... Pois pessoas assim são apoio para que críticos julguem a igreja como um meio ilícito e aproveitador para se enriquecer facilmente. Essas pessoas oferecem um atalho tentador, a oferta como um meio de barganhar com Deus. Um meio de manipular o sobrenatural para conseguir bens materiais rápidos e fáceis – e isso é totalmente contra a Palavra. Deus odeia a manipulação, que é feitiçaria.
É justo dizer que se você oferta de coração para Deus como Abel fez, Deus se agradará de Ti e lhe dará riquezas nessa vida ou na eternidade, mas quem faz de coração pouco se preocupa com isso, se interessa em agradar a Deus e não a receber uma benção em troca.
Quando alguém pedir uma oferta, pergunte para Deus se você pode ofertar a tal pessoa, pois essa oferta pertence a Deus. Ore, busque de Deus e faça a Sua vontade.

****O irmão Chatonildo é um personagem fictício e não faz parte de qualquer igreja ou ministério existente. Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas não é mera coincidência.
Comentários
1 Comentários

1 comentários:

steeh. disse...

|Gostei muito do seu blog, indiquei no meu (:
http://name-of-love-2.blogspot.com.br/p/love.html
Fique com Deus